Om Satyam - O Mantra de Mil Bênçãos
Por Dr. Joseph Michael Levry

September 02, 2017

Om Satyam - O Mantra de Mil Bênçãos <br> Por Dr. Joseph Michael Levry

Conectando com a Verdade Suprema expressa em “Om Satyam Param Dhimahi” todos os desafios são dissolvidos. Quando a Verdade começa a ser despertada em nós, começaremos a sentir a libertação de todas as limitações, conhecidas e desconhecidas. Lê-se nas escrituras: “E a verdade vos libertará.” (João 8:32). Assim que a Verdade nasce em nós, recebemos liberdade, saúde espiritual e graça divina. Como resultado, nos movemos pela vida suave e graciosamente. “Om Satyam Param Dhimahi” é a Verdade Divina que se apresenta na forma de Som. Significa “Que possamos meditar na Verdade Suprema.” Verdadeiramente, meditamos na mais alta verdade, o princípio do bem absoluto e a causa de tudo. Precisamos perceber que o objetivo da vida de cada um de nós é buscar a Verdade. E é na Verdade, que encontraremos a libertação de todos os desafios da vida. É importante mantermos em mente que a nossa liberdade depende do quanto estamos em contato com a Verdade. Nossos desafios e limitações são indicadores do grau em que nos distanciamos da Verdade.

Vamos nos aprofundar nesse mantra e começar a nos conectar com os seus significados mais profundos e, infinitamente recompensadores. As palavras “Satyam Param” indicam que devemos buscar a Verdade Absoluta, não a verdade relativa. Na realidade, ao nos rendermos à Verdade Suprema, e não à verdade relativa, obtemos luz, graça e proteção. Além disso, não devemos confundir a verdade relativa com a Verdade Suprema e Absoluta. Precisamos enxergar além da aparência exterior das coisas. A Verdade Suprema e Absoluta é a fonte de todo o poder. Ao venerar qualquer coisa além da Verdade Absoluta colhemos frutos que são limitados e temporários. Nós devemos reverenciar a Suprema e Absoluta Verdade porque ela é o princípio gerador de todos os poderes gerais e particulares. Reverenciar os sinais e os símbolos de poder, ao invés de reverenciar a fonte Divina, é uma forma inferior de prática espiritual. Existe um princípio na natureza que é absoluto, aquilo que é inferior reverencia ao o que é superior. Por mais bem sucedidos que sejamos ao nos apoiarmos nas verdades relativas, não superaremos o poder efetivo de meditar na Verdade Suprema e Absoluta.

Nada é mais real do que a Verdade. Tudo no Universo move-se em direção à Verdade. Novamente, os nossos desafios apenas sinalizam o quanto nos distanciamos da Verdade. Somos desafiados a corrigir o curso de nossas vidas e lembrados de que nascemos para manifestar a Verdade Divina. A Palavra de Deus é a Verdade. Conforme trazemos a Verdade à nossa alma, conquistamos a liberdade que buscamos. A liberdade tem sido, e sempre será, uma inspiração para a mente humana, coração, alma, espírito. Vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” produz pureza absoluta, luz absoluta, verdade absoluta e liberdade para ser o ideal de nossa alma. Esta poderosa vibração mântrica provê a direta conexão com o Senhor Supremo. Ao vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” nos rendemos a Deus, e assim recebemos bênçãos, proteção e graça. Esta graça e proteção estão além do que possamos receber de tudo aquilo que seja impermanente. A Lei da Verdade sempre nos dará poder sobre a matéria. Não podemos renunciar a Verdade Suprema em favor de menor conhecimento e poder. Ao meditar na Verdade Suprema, consolidamos o relacionamento com o poder responsável por sustentar o universo para que possamos ser sustentados e protegidos. Ao meditar na Verdade Suprema seremos iluminados pela luz superior do Divino. Todo ser vivente, então, deve empenhar-se na busca da felicidade permanente, e não da felicidade temporária. Este mundo material é impermanente, tudo o que está além da Verdade espiritual é impermanente. As bênçãos advindas de tudo o que seja impermanente, também são impermanentes. Portanto, precisamos nos apoiar no Ser Supremo porque só Ele é eterno.

Meditar com “Om Satyam Param Dhimahi” é uma contemplação da fonte de Luz, que é a base das esferas planetária, solar e cósmica. É uma contemplação além da Verdade. Verdade significa levantar o véu entre você e uma compreensão superior. Vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” é uma solicitação para ser iluminado e banhado com a luz do conhecimento espiritual, assim como o Sol ilumina o cosmos. O Sol é Lumen de Lumine, a Luz das luzes, o Deus dos deuses, a suprema deidade dos Vedas, o poder Divino no céu, que opera na Terra como o fogo, na atmosfera como o raio, como as maiores manifestações de luz em nosso mundo visível. Todo ser humano é um raio brilhante do Sol Central da consciência que ilumina o mundo todo. Os Vedas revelam que somos filhos da luz, filhos do Sol nascidos na Terra para conduzir a Luz Divina da Verdade. Acima de tudo “Om Satyam Param Dhimahi” é a encarnação da Luz do Criador na corrente do som.

“Om Satyam Param Dhimahi”, é um bija mantra encontrado no Srimad Bhagavatam, um dos dezoito Puranas, também conhecido como Bhagavata Purana. Ele é considerado a essência de todos os Vedas. O Srimad Bhagavatam não é o Bhagavad Gita; contrariamente, ele é considerado pelos iogues uma forma avançada de Bhagavad Gita. O Srimad Bhagavatam nos direciona a meditar na Verdade Suprema (Om Satyam Param Dhimahi), que é a causa da criação, sustentação e destruição deste mundo, mas (ele mesmo) não sofre nenhuma mudança através dos tempos e não é sujeito à destruição. Toda a escritura do Srimad Bhagavatam nos convida a meditar na Suprema e Absoluta Verdade pela vibração do Naam. O primeiro verso do Srimad Bhagavatam começa e termina com as palavras:

Om namo bhagavate vasudevaya [...] satyam param dhimahi

Om Namo Bhagavate Vasudevaya traduz-se como “Seja feita a Sua Vontade” e professa uma entrega completa do indivíduo ao Divino. Este poderoso mantra combate criativamente as forças da escuridão e restaura o amor, a fé, a esperança, a justiça, a liberdade e a felicidade. Ele é um Vishnu Mantra, um Krishna ou mantra Crístico e acima de tudo um mantra de libertação e uma fórmula espiritual para alcançar a liberdade. Interessantemente, a maioria das aulas de Shakti Naam Yoga começa com o recitar deste mantra. Vibrar Om Namo Bhagavate gera em nós energia superior, pura consciência e frequência vibracional superior. Ele ativa os nossos centros espirituais e faz com que a energia curativa circule livremente através de nosso corpo para curarmos os problemas mentais, emocionais e físicos. Vibrar Om Namo Bhagavate nos ajuda a compreender a Verdade de Deus e nos alinhar com o nosso próprio conhecimento. Om Namo Bhagavate ativa os padrões de salvação que estão cravados em cada ser humano. Ele tem o poder de nos liberar de todos os nossos erros passados. E nos conduz para além de nossas limitações.

Por outro lado, o mantra “Om Satyam Param Dhimahi” é o catalisador de nosso despertar e renascimento nesta atual encarnação. Nossa alma é um fragmento da alma eterna do universo, enviada aqui para experimentar coisas mundanas, para que através desta experiência possamos desvelar a sabedoria das eras e assim provar nosso merecimento da expansão na compreensão da alma paterna da qual somos parte. Ao vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” estamos chamando nossa alma. Estamos chamando a totalidade divina. Deus plantou nos corações dos homens e mulheres uma centelha, uma semente e um modelo de perfeição e esplendor. “Om Satyam Param Dhimahi” nos permite autopurificação para que possamos nos tornar unos com este modelo. Precisamos conhecer a origem divina da humanidade e nos conectar com a centelha divina interior para que possamos assumir a nossa verdadeira essência e experimentar a verdadeira felicidade. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Em cada um de nós a semente que é a imagem da perfeição do nosso Pai Celestial está adormecida. Esta semente está gravada com o padrão indestrutível da divindade, mas ela precisa de um ideal elevado para nutrir, fortalecer e estimular seu crescimento. Om Satyam Param Dhimahi alimenta e aquece pacientemente esta semente divina e nossa espiritualidade sagrada cresce cada vez mais pura e nos tornamos cada vez mais próximos da perfeição como Deus planejou para nós. Esta semente divina nos fornece a elevada missão de nos unirmos àquela perfeição. No decurso do tempo, vamos nos tornar mais e mais semelhantes a Deus porque possuiremos Seus atributos divinos em sua totalidade assim como fez Adão no Jardim do Éden, permitindo-nos comunicar com Deus pelo livre-arbítrio. Ser iluminado significa ser capaz de ver o invisível e conhecer o desconhecido. Deus não pode ser compreendido pela alma individual através do exercício intelectual. É pela graça de Deus que a alma individual é iluminada.

“Om Satyam Param Dhimahi” nos funde com a realidade espiritual do Sol, honrando a sagrada presença e o elevado espírito por trás dele.

O Sol é a representação visível da Divindade e o grande símbolo do Ser, espírito, ou presença Divina no mundo correspondendo ao nosso Atma. Vibrando “Om Satyam Param Dhimahi” nos permite cultivar a luz interior, assim manifestarmos a luz universal da consciência e recuperamos o aspecto solar de nosso ser. Vibrando “Om Satyam Param Dhimahi” nos permite conectar com a luz divina interior por trás do grande poder iluminador do Sol. Som não é somente mãe da luz, também podemos usar o Sol para energizar todos os mantras. É por isso que os iogues e místicos focam no Sol durante suas práticas espirituais. Devemos sempre manter em mente que a energia solar é a raiz de todos os mantras. Entoar mantras na luz do sol, oferecendo os mantras ao Sol é um das mais poderosas práticas iogues. O Sol é a força mais poderosa e energizadoras de todas as práticas do Yoga. O Sol é força de energia, externa e interna, refletindo a luz suprema do Yoga que é refletida em nossos corações e no mundo exterior. O Sol é o regente do nosso sistema solar e tudo o que ocorre dentro dele. Ele é a mais poderosa influência na natureza, responsável pela luz que nutre toda a vida na Terra, e sustenta a força da gravidade através da qual a Terra gira. “Om Satyam Param Dhimahi” é um dos bija mantras mais elevados para conduzir o poder do Sol. Ao meditar sobre o Sol e vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” estamos praticando Yoga da Luz, uma forma de nos fundir com, e trazer o Sol do nosso verdadeiro Ser que está escondido na escuridão do mundo material e especialmente em nosso corpo de dor.

Os melhores períodos para vibrar Naam são durante as horas do nascer do sol e do pôr do sol, ao meio dia e aos Domingos. Comece sentando quietamente e voltado para o Leste. E então, visualize a luz solar no centro de sua testa. Enquanto entoa esta vibração mântrica, visualize a Luz entrando em seu ser, preenchendo você e transbordando em seu entorno. Cante “Om Satyam Param Dhimahi” em um estado de devoção, pedindo graça e proteção. Entoar este mantra remove o medo e concede coragem para superar qualquer coisa. Ao entoar “Om Satyam Param Dhimahi” ganha-se força espiritual encontrada no próprio mantra. Ele possibilita desenvolver intelecto avançado e fortalece nosso poder intuitivo. Ele concede amor, fé, esperança, saúde, autoconfiança, vitalidade e paz mental. Vibrando “Om Satyam Param Dhimahi” nos causará ter uma vida preenchida com luz e bondade.

SATYAM = VERDADE

PARAM = ALÉM

DHIMAHI = NÓS MEDITAMOS

“Om Satyam Param Dhimahi” significa “Nós contemplamos a Verdade Infinita” “Om Satyam Param Dhimahi” ativa a centelha de luz dentro de nós que deixou o estado original de puro nada para entrar em evolução e ganhar autoconhecimento e auto realização. Cada partícula única na existência tem dentro dela uma partícula da não existência, o Absoluto. Ao final de um dia cósmico, todas estas partículas serão reabsorvidas ao estado do Nada. Nosso ser real, nossa natureza final, é o Vazio, o Absoluto, o Ain Soph ou Shunya. É a natureza final de tudo. É a base fundamental de toda existência. É um estado de pura potencialidade, um estado de pura felicidade e absolutamente livre de condicionamento. Este é o nível do puro amor, pura luz, pura paz, pura alegria, pura felicidade e puro ser. Esta é a vida sem condicionamentos por qualquer restrição. É a mais pura felicidade e a mais pura interconexão de todas as coisas. É um estado tão elevado, tão bonito e tão sublime que é incomunicável. Está além de qualquer descrição. Ele precisa ser vivenciado para ser compreendido. Ele é o que temos sempre almejado através de todas as nossas milhões de encarnações. Ele é de onde nós viemos e para onde nós almejamos retornar. Ele é a nossa verdadeira natureza.

Desde o início dos tempos, quando Deus criou todas as almas, fomos criados com nossa própria energia, nosso propósito único e nossa própria tarefa única. A centelha de nossa alma emanou do Absoluto, do vazio, do divino, e atravessou milhões de anos de evolução. E como resultado, perdemos nossa identidade e nos esquecemos de quem realmente somos. Nós nos tornamos identificados com cada corpo que nos foi dado, encarnação após encarnação. Nós não somos o carro que dirigimos e as roupas que vestimos. Eles não são e nunca serão quem nós realmente somos. Eles são uma coleção de falsas crenças. Nós esquecemos que vamos trocar essas roupas por outro conjunto de roupas. Nós somos mais do que os nossos pais, mais do que os nossos amigos, e mais do que as circunstâncias de nossa vida. Nós somos mais do que nossas vidas passadas. Nossa alma tem sido moldada pelas encarnações passadas. A cada nova encarnação que a alma cria, o espírito é enviado a Terra como uma combinação do karma adquirido, karma a ser alcançado, relacionamentos que foram resolvidos, relacionamentos serem concluídos, vidas conhecidas e vidas que são esquecidas propositalmente.

Nossa verdadeira natureza, nossa pura essência descansa profundamente em nosso íntimo, dentro de cada partícula de nosso Ser. É esta semente que tem evoluído através de todos os ciclos da natureza por milhões de anos para adquirir conhecimento e finalmente adquirir este recurso precioso de um corpo humano e assim ter o potencial de perceber sua verdadeira natureza, que não é uma natureza animal. Nossa verdadeira natureza relaciona-se com a origem dessa centelha antes de entrar em evolução há milhões de anos atrás. Ela é considerada ser o nosso espírito e o nosso pai. Nosso espírito é a raiz de nossa Consciência. Nosso Espírito, nosso pai interior, veio do Pai. “Om Satyam Param Dhimahi” transforma tudo o que somos para que possamos nos tornar tudo o que podemos ser. Ele nos permite nos libertar das amarras e condicionamentos que nos retém, para que possamos planar da escuridão, renovados, para abraçar a luz.

Vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” causa a você ser recompensado em milhares de maneiras. Não há restrições em como meditar a respeito de “Om Satyam Param Dhimahi”. Pode ser feio a qualquer momento, em qualquer lugar. Vibre “Om Satyam Param Dhimahi” e conecte-se para despertar o “Eu SOU” interior. É o Senhor cujo nome é EU SOU que desperta em você; e no momento em que o Senhor é desperto em você, você se sentirá liberado. Quando o EU SOU desperta, é Deus que desperta. Nosso Eu SOU é o nosso despertar. Ele é Deus. Vamos vibrar “Om Satyam Param Dhimahi” com intensa devoção para sentir a onipresença na mente e no corpo. “Om Satyam Param Dhimahi” dará a você a força espiritual necessária para superar qualquer desafio. Podemos enviar Luz para uma área problemática no mundo ao meditar com “Om Satyam Param Dhimahi” em grupo. Na verdade, juntar nossa energia para ajudar a restaurar a harmonia e trazer alívio através de nossa sincera oração provará ser muito benéfico para todas as regiões em necessidade de cura. “Om Satyam Param Dhimahi” fará você mergulhar na Verdade Divina e o Conhecimento Divino, para que a Luz Divina possa brilhar através de você. Vibre “Om Satyam Param Dhimahi” por no mínimo 11 minutos com alguns minutos de silêncio antes e depois. Você se conectará com todos os mestres espirituais e santos desde o início da criação universal. “Om Satyam Param Dhimahi” é o mantra da purificação, conexão e iluminação. Vamos meditar em “Om Satyam Param Dhimahi” para que o fulgor do Sol Divino possa infundir nosso ser.





Leave a comment

Comments will be approved before showing up.


Also in Português Newsletter

A prática da Benção Naam
A prática da Benção Naam

October 15, 2015

Todo o cosmos é permeado pela música e pelo movimento que formam um todo unificado. Os movimentos do Naam Yoga na pratica da Benção Naam funciona com a Lei que governa a relação entre palavras sagradas e música. Fazendo Naam com estes movimentos, juntamente com o ritmo da música, faz com que entre em contato com o sagrado, pureza e a poderosa força da natureza que cria e constrói o futuro. Estes movimentos trazem inspiração para o corpo com harmonia, ritmo, melodia e figuras geométricas contidas dentro dessas forças.

View full article →

Música Curadora Comprovada através de Pesquisa Médica
Música Curadora Comprovada através de Pesquisa Médica

September 01, 2015

As conclusões deste estudo piloto foram que a meditação com mantra é uma intervenção clinica viável em crianças de 3 a 13 anos de idade. Além disso, uma única sessão de mantra reduziu em 14%, a administração de opióides. Isto tem um grande significado ao longo de tratamentos repetitivos. 

View full article →

Voando acima das nuvens da vida Por Dr. Joseph Michael Levry
Voando acima das nuvens da vida Por Dr. Joseph Michael Levry

July 03, 2014

Turbulência de qualquer espécie na vida é uma demanda para elevarmos tanto pensamento quanto palavra. Enquanto voar no plano da vida, algumas vezes a viagem se torna irregular e turbulenta. De tempos em tempos todos nós encaramos desafios que trazem atrito para nossas vidas. Isto pode se manifestar como um relacionamento infeliz, problema de saúde ou disfunção no trabalho.

View full article →

Sign up for our Newsletter!

Enjoy receiving the latest issue of the highly acclaimed Light of Insight Newsletter from Dr. Levry, full of deeply healing Divine Spiritual Wisdom.